Na vida, não importa o quanto você tente, não importa o quão boas são suas intenções, você cometerá erros. Você irá machucar pessoas… E se machucar. E se algum dia você quiser se recuperar, há apenas uma coisa que pode ser dita: esquecer e perdoar. É isso que dizem por aí. É um bom conselho, mas não muito prático. Quando alguém nos machuca, queremos machucá-los de volta. Quando alguém erra conosco, queremos estar certos. Sem perdão, antigos placares nunca empatam e velhas feridas nunca fecham. E o máximo que podemos esperar é que um dia tenhamos a sorte de esquecer…

Na vida, não importa o quanto você tente, não importa o quão boas são suas intenções, você cometerá erros. Você irá machucar pessoas… E se machucar. E se algum dia você quiser se recuperar, há apenas uma coisa que pode ser dita: esquecer e perdoar. É isso que dizem por aí. É um bom conselho, mas não muito prático. Quando alguém nos machuca, queremos machucá-los de volta. Quando alguém erra conosco, queremos estar certos. Sem perdão, antigos placares nunca empatam e velhas feridas nunca fecham. E o máximo que podemos esperar é que um dia tenhamos a sorte de esquecer…

Na vida, não importa o quanto você tente, não importa o quão boas são suas intenções, você cometerá erros. Você irá machucar pessoas… E se machucar. E se algum dia você quiser se recuperar, há apenas uma coisa que pode ser dita: esquecer e perdoar. É isso que dizem por aí. É um bom conselho, mas não muito prático. Quando alguém nos machuca, queremos machucá-los de volta. Quando alguém erra conosco, queremos estar certos. Sem perdão, antigos placares nunca empatam e velhas feridas nunca fecham. E o máximo que podemos esperar é que um dia tenhamos a sorte de esquecer…

Na vida, não importa o quanto você tente, não importa o quão boas são suas intenções, você cometerá erros. Você irá machucar pessoas… E se machucar. E se algum dia você quiser se recuperar, há apenas uma coisa que pode ser dita: esquecer e perdoar. É isso que dizem por aí. É um bom conselho, mas não muito prático. Quando alguém nos machuca, queremos machucá-los de volta. Quando alguém erra conosco, queremos estar certos. Sem perdão, antigos placares nunca empatam e velhas feridas nunca fecham. E o máximo que podemos esperar é que um dia tenhamos a sorte de esquecer…

Posted 3 years ago 1 note

Notes:

  1. carlinhagm reblogged this from djiana
  2. djiana posted this

About:

Following: